Berrilo!

Berrilo!

Agora somos quatro! Nosso gordinho gostoso, partiu. Sem palavras para explicar o tamanho dessa dor. Difícil de aceitar e de acreditar. O presente mais valioso do nosso casamento se foi. Ele nos deixou cedo demais, tinha muita vida ainda pela frente, e fica difícil imaginar como vai ser chegar em casa e não te ver com as “manas”. Berillo era aquele cachorro que encantava a todos, inclusive aos veterinários que sempre falavam a mesma coisa: - Como ele é bonzinho! Era muito tranquilo, tomava os medicamentos com facilidade, as vacinas, deixava os veterinários tirar sangue à vontade, fazer o que queriam com ele. Ele mostrou o quanto amava a gente, nos dias em que precisou ficar internado. Chorava igual uma criança, e nos dias de visita quase tinha um ataque de felicidade. Era aquele tipo de cachorro que não comia e não tomava água se ficava sozinho em casa, por isso sempre que possível em qualquer saída de casa ele ia junto. Uma verdadeira “criança” de quatro patas, que dormia todas as noites no nosso meio, roncava, pedia carinho com a patinha quando eu parava de fazer e vivia segurando um cheirinho que ganhou da Dinda Nita. Adorava observar os passarinhos para ver se conseguia pegar um para comer, ficava louco sempre que escutava a tobatta do Tio Jaime passar, porque já sabia que ia ver o Russo. O que ele mais gostava de fazer era andar de moto, e de fusca. Amava andar de fusca, quando escutava o barulho ele já estava do lado para entrar. Só não gostava muito do Zé Alfredo, tinha muito ciúme, podia estar com sede mais não tomava água no pote do Zé, mas gostava de passear na casa da “vó Claret”. Acredito que você tenha sido muito feliz aqui em casa, sempre buscamos atender as suas vontades, e as vezes até deixávamos de ir em lugares para ficar com vocês. Até o último momento fizemos o possível pela sua vida, abrimos mão de muitas coisas, cuidamos de você com muito carinho. Desculpa fazer você comer a ração que não gostava muito, mas era a que você precisava e a que ajudou a melhorar seus dias de vida. Obrigada pelo seu amor, pela alegria que você nos deu e pela sua companhia todos os dias durante esses 5 anos. Você será lembrado sempre, em cada momento dos nossos dias. Daria tudo para te ter de volta, porque a saudade é grande e a dor insuportável. Te amamos Berillo!!!